Diário Holográfico 1.0 – Dias Selvagens

Cyberpunk 4

“Bem-vindo ao meu cafofo, cara. Pode se servir dessa Coca Classic. Esse lugar me custou alguns milhares de créditos e muita XP. A bebida estava boa? Claro que sim. A vantagem da Realidade Virtual é que a Coca sempre está gelada e com gás”.

Pryan, investigador mercenário.

Esta história se passa em um universo Cyberpunk, onde tudo é descartável e nada é real e barato. Atualize seu TAP e seu projetor holográfico, carregue o modo em tela cheia e desative essas malditas notificações do TapText. Presta atenção!

Sistema: Savage Worlds + Interface Zero 2.0

Jogadores:

Franklin Johnson: conhecido na Realidade Virtual como Cromo_Cop. Frank é policial, e como de costume no Setor 14, é do tipo que aceita uma grana pra fazer alguns trabalhos não oficiais. É o que acontece quando ex-militares vão trabalhar na polícia. A diferença de salário é alta. Já te contei que ele é um Ciborgue? O cara tem uma fixação bizarra em se polir, dá pra vê-lo chegar de longe. Mas não se engane, ele não tem medo de se sujar. Não é muito difícil vê-lo pelas quebradas salpicado de sangue. Eu não perguntaria o porquê, se fosse você.

John Pierre Baptist: se fizessem um filme sobre esse cara, teria o título de “O Lobisomem Francês na América”. O cara é um híbrido, criado em laboratório para ser metade homem, metade lobo. Peripécias do exército. É amigo de Frank, serviram juntos. É, apesar do nome, John é americano, apenas seus pais são franceses. A propósito, ele esconde alguma coisa sobre sua família, fica irritado quando perguntam sobre ela. Eu prefiro ficar na minha e manter minhas tripas dentro do meu corpo, valeu?

“Dr.” Nick Riviera: acho que esse nem é o nome verdadeiro dele, mas você tem que concordar comigo, o cara é uma peça única. Misture um curso de medicina feito por correspondência, cocaína e a total ignorância do significado da palavra “ética”. Ai está o cara que vai remover essa bala do seu corpo, e alguns órgãos, caso você não verifique se está tudo em ordem.

Ryodo Yukine: foi difícil achar o nome desse aqui, geralmente ele se apresenta na RV como “The Another”. Sim, ele é um hacker. Não, ele não é muito corajoso, mas tem um bom coração. Apenas mantenha seu TAP protegido. Não vai querer esse japonês xeretando nas suas mensagens.

Continuar lendo

Anúncios